A imagem sacra de Bom Jesus dos Passos, pertencente à Paróquia Santa Bárbara, tem uma história bastante interessante.

O restaurador se chama Gilson Felipe Ribeiro, do Atelier Ânima de São João del Rey.

Os primeiros registros encontrados sobre ela em Guaranésia datam de uma procissão realizada em 1903, porém, na cidade de Jacuí, há registros desta imagem datados de 1879.

Nessa época, Guaranésia ainda se chamava Santa Bárbara das Canoas e pertencia à comarca de Monte Santo de Minas, mas sua diocese era Jacuí. Chegando a época das celebrações de Páscoa, Santa Bárbara das Canoas não tinha o Bom Jesus para realizar as procissões de enterro e de encontro.

Interessante, que o documento diz que não tinham a imagem do Bom Jesus, porém não citam a imagem de Nossa Senhora das Dores, também necessária para a procissão de encontro. Isso nos faz acreditar que a Igreja já possuía a Nossa Senhora das Dores na época.

Como não havia a imagem do Bom Jesus e as celebrações seriam feitas por um padre de Jacuí, eles decidiram nos emprestar uma imagem que foi trazida para cá em carro de boi. Depois da Páscoa, a imagem voltou para Jacuí. No ano seguinte, trouxeram novamente a imagem em carro de boi. A Diocese resolveu então doar o Bom Jesus para Santa Bárbara das Canoas, pois ele se fazia necessário à Paróquia e o transporte em carro de boi era demorado e poderia danificá-lo.

O Bom Jesus foi tombado como Patrimônio Histórico de Guaranésia, juntamente com a Nossa Senhora da Imaculada Conceição em maio de 2018. Apesar de não apresentar danos visíveis, durante o processo de restauração, foram encontradas grandes galerias de cupins na cabeça e perna esquerda.

A imagem original era careca. O cabelo de madeira que ela possui hoje foi esculpido pelos Irmãos Masotti, pioneiros do cinema mudo nacional em 1924 e a Diocese decidiu mantê-lo.

O Bom Jesus dos Passos data de meados do Século XIX, tendo aproximadamente 158 anos de idade. Esta relíquia histórica também estava ameaçada, porém, graças à intervenção do Conselho do Patrimônio e da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismoela foi restaurada e será devolvida ao povo de Guaranésia no 1° dia do ano.

A herança de nossos filhos e netos está recuperada e protegida para contar mais um século de história de nosso Município.

Convidamos a todos, para no dia 1º/01/2019, às 19 horas, na Igreja Matriz de Santa Bárbara, participarem da celebração da entrega da imagem à população.

SEMPAC – Setor Municipal de Patrimônio Cultural de Guaranésia.

Free WordPress Themes, Free Android Games